domingo, 24 de outubro de 2010

O Cinema em BH


Foto: Reprodução


"Mais que exibição de filmes, a Mostra CineBH é um espaço de formação e reflexão sobre a sustentabilidade do cinema, a sua capacidade de seduzir o público, as possibilidades e viabilidade de coprodução internacional, as tendências, as novas mídias e tecnologias, o contemporâneo e o histórico, os principais movimentos estéticos mundiais"   Fonte: BH mostra o Cinema para o mundo




No endereço da mostra Cine BH, está a programação e os locais onde acontece, do dia 21 a 26/10/2010.

abraços!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Teatro Infantil - Flicts de Ziraldo

Estudando Pedagogia percebo a importância do "cultural" na educação.

É durante a prática em estágios que posso concluir o quanto é importante a inserção dos grupos sociais em projeto de artes, música, teatro, dança.
Quando fiz um estágio em outra Escola tive a oportunidade de assistir a peça do Ziraldo, interpretada pelos alunos. É claro fiquei encantada!
Assim que vi a publicidade de apresentação da peça no Pátio Savassi, com o grupo ENCENA, não perderia a oportunidade de levar meu pequetito.

E fiquei "boba" quando percebi que seria gratuito.

Mais ainda de não ter ficado lotado e termos conseguido entrar de última hora.







Quem ainda não viu Flicts, veja, porque é uma lição sobre aceitar o "diferente". Mesmo que uma cor não seja bela ao seu modo de ver, ela tem o seu valor e merece atenção.
Porque temos que excluir?

Flicts foi apresentado no final de semana 02/03 outubro 2010, mas, ainda terá  duas outras peças nos próximos fim de semana no Anfiteatro do Pátio Savassi.

Veja um pouquinho de Flicts no video abaixo.



abraços!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Brincar e Jogar

Sim, essa forma é uma maneira divertida de ensinar ou educar.
É através das brincadeiras que desenvolvemos a capacidade de trabalho em equipe, organização, determinação, socialização.

Sou estágiária em Escola Integrada da rede Municipal, e a princípio minha oficina é de projetos variados com foco nos jogos matemáticos. A grande questão é que, quando se propõe as crianças algo pra fazer, ou se fala a palavra matemática, surge uma tremenda dificuldade na cooperação dos participantes. Isso tem me feito ficar de cabelos em pé e me dado algumas rugas a mais no lado esquerdo da boca.
Me sinto "enjaulada" com as "criONÇAS" e muitas vezes sem saída pela direita ou pela esquerda. E dentro desse contexto, onde a maioria muitas vezes me diz: _Eu não vou fazer nada! Literalmente, sem chance de mudança, fico sem saber como motivar.

Pedir por favor não surte nenhum efeito.
Gritar não é nada pedágógico, mesmo que às vezes seja necessário, vai simplesmente acabar com minhas cordas vocais e eles são maioria que gritam mais alto.

Então, na busca de plano B, Cartas na manga, alternativas para conflitos, fui incansavelmente em busca de opções fora da linha jogos matemáticos. Eles não querem contadores de História, não querem escrever, não querem desenhar.

Eles querem brincar!

Foi então que, encontrei um livro cheio de opções de Jogos e Brincadeira que possa me ajudar nessa tarefa árdua de manter as crianças em uma atividade, lembrando que tenho que propor jogos matemáticos e isso será apenas uma saída alternativa para quando estiverem totalmente desinteressados.


Depois venho contar como nos saímos no desenvolvimento das brincadeiras. Se eu não for engolida antes pelas "criONÇAS".

abraços!

P.S: Eu escutei essa palavra "crionça" pela primeira vez em sala de aula, na matéria de Didática.