quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Cadê minha identidade? Minha Mãe viajou.

Mãe você viajou, mas, suas palavras continuam aqui, apesar de não ouvir sua voz!
Perdi minha identidade
Me lembro que você sempre falava para eu deixar sempre no mesmo lugar

Sabe aquele arroz com alho que só você sabia fazer, esqueceu de deixar a receita
Fizeram milho verde cozido, aqui em casa
Mas, tenho sentido falta daquele cheiro de banana no microondas que você tanto gostava

Tô com saudades de vê-la dançar daquele jeito engraçado, se bem que danço igual de vez em quando
E quando fico nervosa, pareço você.
Estou usando aquele seu vestido que você tanto gostava

Hoje seu neto cortou o cabelo, e você nem estava aqui pra comentar que ele ficou um rapazinho.
Daqui uns dias ele estará escrevendo
Pra onde poderá mandar uma carta, qual o seu novo endereço?

(Pausa)
Mãe você esqueceu de deixar o endereço, cadê minha identidade? 


Para quem acredita que as mães não morrem jamais.
Dizem que elas mudam de endereço, em todos os sentidos!




abraços!

4 comentários:

  1. oi amiga
    que belo texto para sua mãe- tão triste estas cosias da vida !
    bj
    lu

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Lu! Estou muito feliz por você estar aqui....

    ResponderExcluir
  3. Penso que é a primeira vez que venho até seu espaço. Muito giro, o que encontrei e li aqui gostei. Vou ser seu seguidor. Seja meu também em:

    http://www.congulolundo.blogspot.com
    htt://www.minhalmaempoemas.blogspot.com
    http://www.queriaserselvagem.blogspot.com

    Um abração e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Cássia.

    Que texto emocionante!!!
    Talvez ela não tenha deixado o endereço, porque ela está em todos os lugares onde você está, e todos que a amam.

    A minha mãe também se foi, no dia 03 desse mês.

    Um grande abraço.

    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir